Orientações gerais para o uso de máscaras não profissionais em crianças e adolescentes

Orientações gerais para o uso de máscaras não profissionais em crianças e adolescentes.

A Agência Nacional de vigilância Sanitária emitiu um guia com orientações gerais sobre o uso de máscaras não profissionais para a população brasileira para diminuir o risco de contágio do coronavírus.

Por ser de fácil transmissão através de gotículas de saliva, o uso de máscaras se torna essencial para que a população esteja protegida.

A Sociedade Brasileira de Pediatria também lançou uma nota de alerta com direcionamentos para o uso das máscaras em crianças e adolescentes, além de alguns cuidados básicos para evitar o contágio da Covid-19.

Cabe-nos ainda informar que, em Nota de Alerta intitulada “O uso de máscaras faciais em tempo de COVID-19 por crianças e adolescentes: Uma proposta inicial”, a Sociedade Brasileira de Pediatria – SBP fornece orientações que poderão nortear os pediatrias, pais e educadores na utilização deste novo acessório para proteção à saúde de crianças e de adolescentes.

Na nota, a SBP informa que, a princípio, e no momento que estamos atravessando, o uso é para TODOS maiores de 2 anos, portanto crianças com até 2 anos estão dispensadas do uso de máscara.

Dentre as recomendações quanto ao uso das máscaras, a SBP ressalta a necessidade de terem tamanho adequado para as crianças e os adolescentes, de forma que cubram totalmente a boca e o nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais

➡️ Clique aqui para ter acesso às Orientações Gerais da Anvisa.

➡️ Clique aqui para ter acesso à Nota de Alerta da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *