Honório Pinheiro conta sua trajetória de sucesso no Diálogos Empresariais

O dono da rede Pinheiro Supermercado e presidente da CNDL, Honório Pinheiro, comentou também sobre a Reforma Trabalhista e ampliação do expediente das lojas. O evento foi realizado ontem na CDL de Fortaleza.

A aplicação das novas condições de trabalho para o comércio na Capital cearense dependerá diretamente da demanda do consumidor. Não tem data oficial para início dos novos modelos relativos à Reforma Trabalhista e à lei do novo horário de funcionamento do varejo em Fortaleza. Quem garante isso é o presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Honório Pinheiro, que também é dono da rede Pinheiro Supermercado.

Pinheiro afirmou que a demanda do consumidor cearense é que vai definir quando os comerciantes irão aplicar as novas condições da Reforma Trabalhista, como o trabalho intermitente – quando o funcionário é convocado e tem o salário ditado pelo número de horas ou dias trabalhados. No entanto, o presidente da CNDL ressaltou que a atualização da legislação é um avanço para o mercado brasileiro.

“A minha compreensão sobre o assunto é que, com a Reforma, tanto o comerciante quanto os trabalhadores terão benefícios a mais. Isso porque nós atualizamos uma legislação que há anos não era repensada. Em um mundo que vivemos conectados, não podemos ter leis que são do tempo que as pessoas se comunicavam por carta”, disse.

Sobre a lei que amplia o horário de funcionamento do comércio varejista, sancionada pela Prefeitura Municipal de Fortaleza no último dia 28 de outubro, Pinheiro manteve o discurso.

Ele afirmou que os lojistas ainda estão fazendo análises sobre a demanda de consumo da população. No entanto, comentou que os novos expedientes não serão instaurados de maneira brusca, para não comprometer o funcionamento do comércio.

“Isso (novo horário) é algo que vai ser ajustado aos poucos, de acordo com a necessidade do consumidor, até porque é algo que funciona justamente para criar um melhor atendimento para o cliente”, ponderou.

Pinheiro ainda afirmou que também é preciso que haja uma preocupação para não prejudicar a classe trabalhadora ao se aplicar essas duas atualizações das condições de trabalho.

“Nós tínhamos uma legislação que estava aí há décadas, então essas medidas trarão muitos benefícios para quem vende, e claro, se tudo for pensando de modo a não ferir ou enfraquecer a classe trabalhista, também deverá melhorar a vida dos funcionários”, avaliou.

Sobre Honório Pinheiro

O empresário é graduado em Administração, Direito e Psicologia, com Pós-graduação em Administração e Marketing. Honório Pinheiro contribui com o mercado cearense desde 1991 quando começou a empreender no ramo juntamente com seu pai e irmão.

Atualmente, possui onze lojas, um grande centro de distribuição. Possui ainda, nove salas de cinema, dois restaurantes e três franquias dos Correios, gerando mais de 1.600 empregos diretos.

Honório Pinheiro já presidiu a CDL de Fortaleza e a Federação das CDL’s do Ceará. É membro da Academia Cearense de Administração, diretor-geral da Faculdade CDL, presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e coordenador da União Nacional das Entidades de Comércio e Serviço.

“Diálogos Empresariais”

O projeto educacional e de formação de lideranças reúne, pelo segundo ano consecutivo, grandes nomes do empresariado e suas histórias de sucesso e empreendedorismo no Ceará.

Todos os nove encontros realizados neste ano serão compilados e editados para publicação da 2ª edição do livro “Diálogos Empresariais – Memórias e lições de vida de grandes líderes”. A obra será lançada em março de 2018. E ainda: o livro será publicado no site da Faculdade CDL e CDL de Fortaleza com acesso gratuito.

O evento é uma realização da Faculdade CDL, CDL Jovem e CDL de Fortaleza. Confira as fotos!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *