5 vantagens de participar da Black Friday

Uma das datas mais aguardadas do varejo brasileiro tem nome. E é Black Friday. O período, importado dos americanos, demorou a encontrar seu lugar no calendário varejista, mas conseguiu ser destaque numa época bastante disputada.

Hoje, a Black Friday é aguardada por consumidores de diversas classes sociais, em todos os lugares do Brasil, e este ano chega a sua décima edição, consolidando o sucesso com o público consumidor.

A primeira edição aqui no Brasil foi predominantemente no meio digital, com adesão de alguns e-commerces e de forma bastante tímida. Foi somente em 2010 que a Black Friday no Brasil chamou a atenção dos consumidores, após a adesão de alguns players importantes do varejo.

O ano de 2018 ficou marcado como o ano em que o maior número de consumidores aderiu a Black Friday, batendo recordes de consumo, tanto no meio digital como nas lojas físicas.

Por que a Black Friday é tão apelativa?

Brasil e EUA têm suas diferenças culturais e isso influencia na forma como o mercado consumidor se comporta, impactando diretamente o varejo de cada país.

Datas que são mais comuns no ocidente, como o Natal, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia dos Namorados (embora com algumas mudanças no calendário), por exemplo, tendem a impactar os consumidores de forma bastante parecida.

O que torna a Black Friday diferente dessas outras datas é justamente o comportamento do consumidor. Enquanto as demais datas têm o apelo de presentear mães, pais, namorados ou toda a família, a Black Friday é motivada pelo espírito do “eu mereci”.

Segundo o site E-commerce Brasil, 30% das pessoas acreditam que a Black Friday é o momento de comprar algo que desejam há muito tempo e esperam até a data para comprar o produto com desconto.

5 vantagens de participar da Black Friday

Para os consumidores, a Black Friday representa uma ótima oportunidade de comprar produtos ou contratar serviços com descontos expressivos. Mas, e para o varejo, quais as vantagens de colocar a data de forma definitiva no calendário de ações?

1 – Aumentar as vendas

Após o Dia das Crianças, o calendário cria oportunidades para aquecer as vendas e movimentar o comércio. Dessa forma, mantém consumidores atentos às marcas e preparados para as próximas ações que virão.

Uma dessas oportunidades é a Fortaleza Liquida, que acontece em setembro, um período comumente associado às baixas vendas.

Seguindo uma lógica parecida, a Black Friday impacta o comércio em um mês morno de vendas e prepara consumidores para o Natal.

Em 2018, a Black Friday registrou um aumento de 11,2% em relação a 2017 e, apenas o e-commerce, faturou cerca de 2,6 bilhões de reais, 23% acima de 2017, segundo uma pesquisa realizada pelo Google.

2 – Fidelização de marca

Toda oportunidade é válida quando se trata de fidelização de clientes e as marcas devem utilizar recursos para isso, fazendo com que seus clientes voltem a comprar em sua loja ou a contratar seus serviços.

No entanto, a Black Friday se destaca nesse quesito, pois muitos consumidores compram em lojas que não estão acostumados a comprar pelo apelo do desconto apelativo.

Segundo a pesquisa do Google no portal Think With Google, 34% dos consumidores que compram na Black Friday são novos clientes e 78% das pessoas voltam a comprar na loja após efetuarem a primeira compra pela Black Friday.

Logo, aproveitar a oportunidade de oferecer uma experiência agradável e que encante o seu cliente é essencial. Dessa forma, você fideliza o consumidor e já prepara para as próximas ações como o Natal e os saldões de começo de ano.

3 – Hora de testar seus canais digitais

A Black Friday é uma data que começou conquistando primeiro os e-shoppers (consumidores que costumam comprar pela internet) e se expandiu até as lojas físicas.

Com a adesão cada vez maior dos brasileiros aos smartphones e redes sociais, a maneira de comprar mudou bastante.

>>Leia também: Como vender mais no Instagram. 6 ações para impulsionar o seu negócio.

2019 será a primeira edição da Black Friday em que o omnichannel estará em pauta. Ou seja, quando o consumidor quer efetuar uma compra, ele já não apenas vai à loja e consome.

A jornada do consumidor ganhou algumas nuances que o empresário precisa esta atento. Hoje, as pessoas pesquisam na internet os produtos que desejam, comparam preços e, após decidirem qual a melhor compra, se dirigem até a loja (ou até o site) e adquirem o produto.

Por que isso é importante?

Para o seu comércio, a necessidade de estar nas redes sociais e oferecer uma experiência em que todos os seus canais de divulgação e consumo estejam em sintonia, aumenta suas chances de vendas e de fidelização.

Sabendo disso, reúna todos os seus canais e foque em uma comunicação que fale a mesma língua e cubra todas as dúvidas do seu potencial cliente. Faça perguntas como e se eu fosse cliente, quais seriam minhas dúvidas? Ou o que impede meu cliente de comprar na minha loja e decidir ir no concorrente?

4 – Black Friday não acontece apenas na sexta

A data tem origem no mercado varejista norte-americano e, pelas bandas de lá, a Black Friday ocorre após o feriado do Dia de Ação de Graças, o que prepara os consumidores para o grande dia.

Aqui no Brasil, existem diferenças nesse aspecto. Como não temos em nosso calendário o Dia de Ação de Graças, o mês de novembro fica conhecido como o mês da Black Friday e muitos comércios utilizam esse mote para vender o mês inteiro.

Segundo o Google, 38% das vendas não ocorre na sexta-feira em específico e pode ser uma oportunidade de criar expectativas ou até mesmo adiantar alguns dias ou prolongar o fim de semana.

Agora, atenção! Estender demais a Black Friday pode ter o efeito oposto e banalizar a data, promoções e descontos pode fazer com que a sua ação seja descreditada.

5 – A Black Friday é para todos

A data tem conquistado consumidores de diferentes classes sociais e pode ser usada praticamente para todos os setores da economia.

Por oferecer descontos bem apelativos, a Black Friday se mostra como um momento ideal para as pessoas que estavam planejando comprar produtos de primeira necessidade, o que reforça o sucesso dos eletrodomésticos.

No entanto, os smartphones continuam sendo os itens mais procurados na Black Friday.

Agora é se preparar para as vendas

A Black Friday é uma excelente oportunidade para o varejo alavancar as vendas e conquistar novos clientes. Não apenas o varejo, como o comércio de serviços pode aproveitar as vantagens e criar ações que promovam sua marca.

Com o aumento das vendas por apps, sites e a procura nas redes sociais e internet em geral, o empresário precisa acompanhar as atualizações e perceber como seu consumidor está percorrendo a jornada de consumo.

Além das vendas, o comércio precisa estar protegido do alto índice de inadimplentes e ofertar crédito com segurança. Para isso, a CDL de Fortaleza oferta as melhores soluções para sua loja, restaurante ou e-commerce vender mais e proteger o CNPJ.

Se você quer saber mais sobre como a CDL de Fortaleza pode ajudar o seu negócio, clica na imagem abaixo, preencha o cadastro e fale com um de nossos consultores (sem compromisso).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *