Parceria: chinesa e cearense atuam na microgeração de energia solar

Uma das maiores indústrias de componentes para geração de energias renováveis do mundo, a chinesa Chint, em parceria com a cearense Gerasol, iniciou as vendas de equipamentos de geração solar no Estado.

As vendas são voltadas principalmente para o segmento de geração distribuída. Os kits de geração são importados pelo Porto do Pecém, reduzindo os custos logísticos para os pequenos e médios produtores.

Freitas Cordeiro, presidente da Federação das CDLs do Ceará e sócio da empresa Gerasol

“O esforço de trazer esses componentes aqui para o Ceará pelo Porto do Pecém já oferece uma vantagem às empresas geradoras que tinham que enfrentar o frete de São Paulo, onde chegavam os equipamentos chineses”, diz o presidente da Federação das CDLs do Ceará (FCDL-CE), Freitas Cordeiro, que se associou à Gerasol para distribuição dos equipamentos.

O preço dos equipamentos depende de cada projeto, mas, Cordeiro diz que, em média, o retorno sobre o valor investido varia entre cinco e sete anos, com garantia de 25 anos.

“Essa é uma solução de longo prazo que dá sustentabilidade para as empresas. E hoje, pelo Banco do Nordeste é possível elaborar um projeto cujo o desembolso do financiamento é equivalente ao preço da tarifa de energia”, diz. “O Ceará está muito avançando muito na implantação dessa solução, o nosso desafio agora é que mais bancos ofereçam acesso a financiamentos”.

A comercialização dos kits já está sendo feita em lojas da Capital. Segundo Cordeiro, o investimento na importação dos equipamentos foi de aproximadamente R$ 1 milhão.

“Vejo na energia solar uma oportunidade para o nosso varejo. O público alvo é do geração distribuída, como micro e pequenas empresas. Acredito que essa é a solução mais inteligente para o pequeno empresário”.

A parceria entre a Chint e a Gerasol, bem como as informações técnicas dos produtos fotovoltaicos será apresentada nesta terça-feira (10), às 19 horas, no auditório da CDL de Fortaleza.

Chint no Ceará

Em setembro, o governador Camilo Santana, durante viagem à China, se reuniu com diretores do Chint Group para discutir a possível implantação de uma unidade da companhia na Zona de Processamento de Exportação (ZPE), no Pecém.

Durante o encontro, ficou acertado que uma missão do Chint Group, com técnicos e diretores, visitará o Ceará ainda neste ano para conhecer a infraestrutura do Estado e a área da ZPE. Na ocasião, Camilo Santana realizou uma visita técnica à fábrica da empresa, em Hangzhou, acompanhado da vice-presidente do grupo, Lily Zhang.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *