Lojistas do CE dizem que agora é voltar a crescer

Mesmo com sinais ainda tímidos de recuperação da economia, o sentimento entre lojistas do Estado é de otimismo e de que o pior já passou. Para representantes do comércio varejista, o momento agora é de preparação para um novo momento, buscando atender a demanda de um consumidor mais exigente em um cenário mais competitivo.

Durante a 28ª edição da Convenção Estadual do Comércio, realizada no último fim de semana, na Praia das Fontes, em Beberibe, cerca de mil lojistas de todo o Estado discutiram os desafios para um novo momento do setor.

“A percepção que nós temos é essa, de que chegamos em um limite de queda e que depois disso a tendência é voltar a crescer”, disse Freitas Cordeiro, presidente da Federação das CDLs do Ceará (FCDL-CE). “E isso não é só discurso. Os números estão aí, os juros estão caindo, a inflação está domada e um dos componentes mais importantes para economia, que é o emprego, está sinalizando um crescimento”.

Cordeiro diz que o clima entre os lojistas é de otimismo e que o evento serve como uma injeção de ânimo. O evento recebeu os representantes das 81 Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado. Representando o governo do Ceará, o secretário de Planejamento, Maia Júnior, afirmou que é preciso ter otimismo.

“Não está fácil, mas estamos saindo de um período de oito trimestres negativos”, disse em relação ao resultado do PIB estadual do segundo trimestre. Maia disse ainda que os lojistas, assim como a própria administração pública, deve buscar, sobretudo, o aumento de eficiência, usando ferramentas tecnológicas como meio para o desenvolvimento.

Interior

O presidente da CDL de Tauá, Aílton Maciel, diz que além da crise econômica, o município sofreu com a seca no Estado, o que acabou afetando todo o comércio. “O cenário em Tauá ainda é muito desafiador, de muita cautela. Mas hoje os índices já estão se estabilizando e estamos esperançosos, pensando no que a gente pode fazer de diferente para enfrentar esta situação”, diz.

Na contramão do que vem sentindo o varejo do Estado e do País, na região do Cariri, o grande fluxo gerado pelo turismo religioso e por consumidores de estados vizinhos mantiveram o comércio da região aquecido mesmo durante os piores momentos de crise. E com a perspectiva de retomada da economia, o setor na região se prepara para apresentar números superiores à média do Estado.

No mesmo sentido, o presidente da CDL de Sobral, Augusto Pontes, diz que os cerca de 500 lojistas associados na entidade já apresentam uma leve melhora nos resultados. “Estamos com uma melhora discreta, mas estamos bastante otimistas de que o resultado deste ano nos surpreenda positivamente. O que há hoje é mais esperança no lojista, porque Sobral sempre teve um comércio unido e que atravessou bem esta crise”.

“Em nenhum momento a gente entrou em crise”, diz o presidente da CDL de Juazeiro do Norte, Michel Araújo. “Neste ano a gente está, até agora, com um crescimento de 2,5% superior ao ano passado e esperamos fechar o ano com crescimento de 3%. Provavelmente vamos estar acima do Ceará”, afirma.

Ele conta que diariamente a cidade recebe mais de 700 vans dos estados de Pernambuco, Paraíba, Piauí, além de outras cidades do Ceará. “Nós temos um mercado diferenciado, e agora estamos recebendo empresas multinacionais na Região e estamos nos preparando para atendê-los”.

Capital

Já para o comércio de Fortaleza, a perspectiva é de que as próximas datas comemorativas, como Dia das Crianças, Black Friday e Natal impulsionem as vendas e garantam um crescimento e ante o ano passado.

“Os números já estão mostrando uma recuperação. A Fortaleza Liquida foi um grande sucesso, melhor do que o do ano passado, com vendas de R$ 250 milhões. Nos shoppings, os lojistas já estão vendo um fluxo de pessoas maior. E ainda temos as melhores datas deste semestre por vir”, diz Severino Ramalho, presidente da CDL de Fortaleza. Para Ramalho, a economia está em uma “tempestade positiva de fatos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *