FCDL Ceará vai capacitar 360 líderes do varejo cearense

O Estado do Ceará deverá ganhar, em 2018, 360 líderes capacitados pela Federação das CDLs do Ceará (FCDL-CE). O projeto, que será lançado em fevereiro, levará treinamento a todas as nove regionais da Federação no Estado, limitando a 40 pessoas em cada uma.

Apenas quem tiver perfil e potencial para aplicar o conhecimento adquirido poderá participar, segundo o presidente da entidade, Freitas Cordeiro.

“O projeto já está encomendado, junto à Faculdade CDL. Não vamos abrir para mais pessoas, pois o objetivo é qualidade. Ao fim do ano, teremos 360 líderes em todo o Ceará, pessoas qualificadas, atualizadas. Isso faz uma grande diferença. Vamos levar conhecimento e soluções, estimulando, orientando. Estamos buscando parcerias com a Fecomércio, Sebrae, Banco do Nordeste. E para fazer o curso terá de ter um perfil mínimo, para não ocupar a vaga de alguém que poderia pôr o aprendizado em prática”, explicou.

Cordeiro foi, recentemente, reconduzido à presidência da FCDL-CE pelos próximos três anos. “Um mandato de três anos é curto para implantar o que você gostaria de fazer. Você chega, toma conhecimento das demandas, desenvolve projetos e depois vai implantar. Estou na fase de implantação. Essa possibilidade de mais três anos vai me permitir deixar para o segmento lojista do Ceará a minha contribuição no melhoramento”, disse.

Freitas Cordeiro participou, ontem, do CEO Fórum: A arte da Transformação, evento da Amcham Fortaleza, no buffet La Maison. Na ocasião, explicou que, dentre as inovações que levou à Federação nos primeiros três anos de sua gestão, estão mudanças na comunicação com o setor, o incentivo à geração de energia fotovoltaica e as melhorias nos contratos.

“Estamos vendo investidores acreditando. Um exemplo é essa solução de geração de energia renovável fotovoltaica. Esse mercado está aquecendo, gerando empregos e trazendo movimento. Nosso desafio é investir forte no conhecimento. Precisamos criar lideranças de fato preparadas para abraçar os desafios”, disse.

Energia

Quem também participou do evento foi o CEO da Celg Distribuição e ex-presidente da Enel Distribuição Ceará (ex-Coelce), Abel Rochinha. Ele falou sobre a experiência à frente das companhias de energia elétrica e se disse otimista em relação ao cenário do setor no curto prazo.

“O Brasil está melhorando. Tudo indica. Estamos dando a volta por cima. Isso, obrigatoriamente, leva ao consumo de energia. Mas temos energia suficiente no País. Tenho razoável certeza que vai ter energia e esse insumo se mantém num preço razoável por algum tempo. A tendência da economia é crescer no Brasil como um todo”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *