3 passos para reduzir a inadimplência da sua empresa

Reduzir a inadimplência é um desafio constante para o empresário que quer equilibrar as contas, sem perder vendas.

A verdade é que todo mundo quer vender. E conceder crédito aos clientes é uma das principais vias para manter as vendas em alta.

Porém, nem todo mundo consegue honrar com o compromisso de pagamento. E isso acontece por diversos motivos como data de pagamento inadequada, falta de planejamento financeiro ou até o desemprego.

Isso impacta diretamente na receita da empresa, deixando um verdadeiro caos financeiro que parece não ter saída.

        -Como recuperar esse prejuízo?

        -Como cobrar corretamente?

        -Como recuperar o crédito sem perder o cliente?

 Essas questões tiram o sono de qualquer empresário no final do mês. Ninguém deseja clientes inadimplentes, mas eles fazem parte do dia a dia e é preciso lidar com isso da melhor forma.

Mas antes, existem 2 questões fundamentais para entender como a inadimplência afeta o seu negócio.

1 – Planejamento é a chave!

Ter clientes inadimplentes em sua carteira é bastante comum, porém, é bastante prejudicial quando passa a ser uma parcela significativa, impactando a saúde financeira do seu negócio.

Toda empresa precisa de um número X para continuar funcionando. É preciso manter estrutura, pagamentos de funcionários em dia, programas licenciados e uma série de variáveis que o empresário precisa estar atento.

Por que é importante lembrar disso?

Porque, muitas vezes, a falta de planejamento financeiro de uma empresa pode levar a situações irreversíveis e até a falência do negócio.

Por isso, que, antes de tudo, é preciso um planejamento financeiro sólido em que o empresário tenha todas as contas na palma da mão e consiga contar com folga no orçamento.

2 – Conheça o seu cliente

Pode parecer um disco arranhado falar sobre isso, mas muitos realmente não conhecem os clientes que entram em seu estabelecimento.

O que acontece é que, muitas vezes, o empresário tem uma falsa sensação de quem é o seu cliente mais comum e isso pode levar a ações erradas e aumentar a inadimplência do seu negócio.

Para que isso não aconteça, converse com seus consumidores e mantenha a sua cartela de clientes sempre atualizada com informações importantes.

Nesse caso, entender qual a faixa de renda em que a maioria do seu cliente está, identificar quais as maiores dificuldades pode ser o primeiro passo para criar um plano de ação para recuperação desse crédito.

3 passos para reduzir a inadimplência da sua empresa

Conhecer o seu cliente e ter um bom planejamento é a pedra fundamental de tudo o que acontece na sua empresa, tanto para ter mais controle na sua gestão financeira como para aumentar as suas vendas.

Com isso em mente, leia agora 3 passos para diminuir significantemente a lista de devedores da sua empresa.

1 – Dê importância aos dados: Consulte os serviços de proteção ao crédito

O que você faz quando é preciso conceder crédito para um cliente? É difícil entender como está a saúde financeira do seu cliente apenas em uma conversa e o empresário pode assumir um risco muito grande liberando crédito para consumidores com histórico negativo.

Os serviços de consulta de crédito são os melhores amigos de quem precisa ter essas informações de forma rápida e confiável.

Serviços como o SPC reúnem dados de todas as pessoas físicas e jurídicas para a proteção de bancos e lojas na hora de conceder crédito.

O SPC possui ferramentas que automatiza todo o processo para o empresário que queira diminuir a inadimplência do seu negócio, como a análise de crédito, monitoramento de clientes, cobrança ágil e estratégica, com recorde de 85% de êxito na recuperação de crédito.

Ter dados em tempo real disponível na hora de realizar vendas, pode fazer com que você mantenha riscos sob controle.

2 – Mantenha uma comunicação amigável com seus clientes

Após realizar uma venda, é bastante importante manter um relacionamento com seu cliente, seja para fidelizá-lo para novas vendas ou para criar um laço de confiança com ele.

O cuidado no pós-venda é tão importante quanto na hora da venda propriamente dita.

Isso porque você encanta o cliente e deixa o caminho aberto para uma comunicação mais amigável na hora de realizar uma cobrança.

Uma das estratégias que funcionam muito bem é realizar uma cobrança no pré-vencimento.

Muitas vezes, os clientes apenas esquecem do dia do pagamento. Isso é bastante comum e, dessa forma, você pode ajudá-lo a lembrar e não atrasar.

3 – Crie um fluxo de cobrança

Com quantos dias eu posso começar a cobrar? Por quanto tempo eu posso cobrar?

Essas são algumas das dúvidas quando é preciso cobrar dívidas. O fato é que é um assunto delicado e quanto melhor planejado, mais eficaz será a recuperação de crédito e a manutenção do relacionamento com o cliente.

Tenha sempre em mente que você está entrando em contato para ajudar o seu cliente a resolver o problema e não apenas cobrar.

Você pode enviar um novo boleto atualizado ou enviar um lembrete um dia antes do vencimento. Crie um fluxograma e vá fazendo alterações quando necessário.

O importante é ter um processo bem estabelecido para que nem desgaste a sua relação com o cliente, mas que seja eficaz na recuperação desse crédito.

Cobrança é um assunto delicado, mas necessário. Manter a saúde financeira da sua empresa é o mais importante e cobrar os inadimplentes faz parte desse cuidado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *