Com Pasep e IR, R$ 206 milhões serão injetados na economia do CE

Período normalmente mais próspero para o comércio, o segundo semestre, além das festividades de fim de ano, recebe injeção de recursos que ajudam a impulsionar o consumo.

Hoje (8), por exemplo, devem ser injetados pelo menos R$ 123 milhões com a liberação do saque do Pasep (Banco do Brasil) e, no próximo dia 15, mais R$ 83,1 milhões referentes ao lote multiexercício de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).  O montante soma R$ 206,1 milhões, além da injeção dos recursos do PIS (Caixa Econômica).

De acordo com o Banco do Brasil, serão beneficiados com os recursos do Pasep 88 mil cotistas com endereço declarado junto a Receita Federal no Ceará.

O pagamento do PIS/Pasep vai ser realizado para pessoas de todas as idades, que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988.

O dinheiro poderá ser retirado até o dia 28 de setembro, quando se encerra a janela do novo cronograma permitido pela legislação.

Após essa data, o benefício volta a ser concedido exclusivamente para cotistas maiores de 60 anos, aposentados, pessoas em situação de invalidez, acometidos por enfermidades, participantes do Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) e herdeiros de cotistas falecidos.

Leia também: 44% dos empresários do varejo e de serviços estão otimistas com a economia para o segundo semestre

Os que possuírem conta corrente na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil e que estiverem com o cadastro do Fundo atualizado receberão o depósito automaticamente, sem necessidade de comparecerem às agências bancárias.

O pagamento aos cotistas de todas as idades programado para hoje (8) tem o potencial de injetar na economia do País R$ 35,7 bilhões. Têm direito ao benefício 23,8 milhões de trabalhadores, de acordo com o Ministério do Planejamento.

Já o pagamento da restituição do Imposto de Renda estará liberado a partir do dia 15 deste mês. Serão creditados R$ 83.123.806,36 em contas bancárias de 53.267 cearenses.

Do total, 96% (52.147 contribuintes) são declarantes do imposto de renda deste ano, totalizando R$ 79,7 milhões a serem restituídos. O valor é corrigido pela taxa Selic de 2,58%.

Para as 1.120 declarações restantes, referentes a declarações entregues entre 2017 e 2008, que totalizam R$ 3,410 milhões, o índice de atualização monetária varia entre 10,41% (2017) e 104,7% (2008).

Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita (www.receita.fazenda.gov.br) ou baixar o aplicativo para smartphone “Pessoa Física”. Também é possível consultar pelo Receita fone 146.

A restituição fica disponível no banco por um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la pela internet, no formulário eletrônico – Pedido de Pagamento e Restituição (Peres), ou diretamente no e-CAC, no link extrato de processamento da Dirpf.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 0800-729-0001 e 0800-729-0088 (deficientes auditivos), para agendar o crédito.

Impacto

Na avaliação do presidente da CDL de Fortaleza, Assis Cavalcante, esses recursos, além do 13º salário do Estado e Município, são bastante utilizados para saldar dívidas, permitindo ao consumidor que ele volte a comprar.

“É muito bom, porque a pessoa fica adimplente e volta a consumir. Com o nome regularizado, melhora a expectativa para Dia dos Pais e Dia das Crianças. E mais: a partir do dia 31 de agosto teremos a Fortaleza Liquida e tudo isso deve contribuir com as vendas”.

Ele também destacou o impacto do dinheiro deixado pelos turistas que visitaram a Capital no primeiro semestre. “Certamente ficaram recursos aqui e serão utilizados nas compras”, finaliza.

PIS/Pasep e restituição

Consultas pelo caixa.gov.br/cotapis e bb.com.br/pasep. Para saber sobre a restituição do Imposto de Renda, o contribuinte deve acessar o receita.fazenda.gov.br.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *